Publicidade
Notícias | São Leopoldo Mapa do distanciamento controlado

São Leopoldo entrará com recurso e contestação pela classificação na bandeira vermelha

Conforme a Prefeitura, ainda que a classificação não altere as regras vigentes na cidade, ela impacta nas escolas infantis que estão em funcionamento no município

Publicado em: 21.11.2020 às 13:37 Última atualização: 21.11.2020 às 13:38

Após reunião na tarde desta sexta-feira (20), o Comitê Municipal de Atenção ao Coronavírus de São Leopoldo decidiu que irá recursar e encaminhar junto a Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos (Amvars) contestação em relação a classificação de bandeira vermelha no Modelo de Distanciamento Controlado do Estado.

Conforme nota enviada pela Prefeitura leopoldense, ainda que a classificação não altere as regras vigentes na cidade, que está no sistema de cogestão regional, que permite as regras da bandeira laranja mesmo na classificação de bandeira vermelha, ela impacta nas escolas infantis que estão em funcionamento no município. O encaminhamento técnico do Comitê e que será apresentado ao Estado, com base nos dados de controle da pandemia, é que São Leopoldo já testa os profissionais que atuam nas escolas e ampliará essa ação, assim como reforçará o monitoramento desses estabelecimentos pelo COE-E Municipal. O entendimento é por manter abertas as escolas que já estão funcionando, com protocolos sanitários já aprovados e execução.

Voto de confiança

Ariane Escobar, da Escola Canguru, que participa do Comitê, entende que esse foi um voto de confiança no trabalho das escolas. “Com a parceria que tivemos com a Prefeitura, conseguimos mostrar a seriedade do nosso trabalho em relação à covid-19, fortalecendo as ações de prevenção nas escolas e com isso auxiliando São Leopoldo no combate à pandemia, nossas escolas hoje são locais seguros, com testagem de profissionais e sem registros de surtos”, destacou Ariane.

“Mantivemos toda a estrutura de combate ao Covid funcionando em São Leopoldo, bem como ampliamos as ações de prevenção, construindo protocolos com os diversos segmentos. Estamos diminuindo a subnotificação, porque testamos cada vez mais”, explica Murilo Amatneeks, secretário-executivo do Comitê de Atenção ao Coronavírus.

Como ficou o mapa preliminar 

Mapa preliminar Covid RS em 20 de novembro Foto: Reprodução
Como já era esperado, as regiões 7 (de Novo Hamburgo, que abrange São Leopoldo e Portão) e 8 (de Canoas, com Sapucaia do Sul, Esteio e Capela de Santana) foram mantidas na bandeira vermelha, de forma preliminar - já que a decisão final é anunciada na segunda-feira, após a análise de recursos dos municípios e associações - no mapa da 29.ª rodada o Plano de Distanciamento do RS. Os números ainda altos de casos e, principalmente, hospitalizações por Covid-19, mantiveram em alerta de alto risco estas duas e também as regiões de Capão da Canoa (também pela segunda semana consecutiva), Caxias do Sul, Uruguaiana, Erechim, Palmeira das Missões, Porto Alegre, Passo Fundo, Guaíba, Santa Maria e Lajeado. As outras oito regiões Covid estão na bandeira laranja (risco epidemiológico médio).

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.