Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
BAH!rulho
Lançamento

Paulo Inda & Os Rickenbackers lança seu primeiro EP

Show de lançamento de Eu e Meu Cabelo Pom-Pom será no Espaço Cultural 512 em Porto Alegre
10/03/2018 15:15 10/03/2018 15:20

Divulgação
Paulo Inda &Os Rickenbackers está lançando seu primeiro trabalho
Violonista erudito, mestre em guitar performance pela Manhattan School of Music de Nova Iorque, solista de orquestras como a Sinfônica de Porto Alegre e do Rio Grande do Sul, Paulo Inda está com um novo projeto de rock. Paulo Inda & Os Rickenbackers, no qual Inda é acompanhado pelo baterista Rodrigo Sorriso (Armandinho, Serginho Moah, Tape-Decks), pelo baixista Regis Sam (Frank Jorge/Cowboys Espirituais, Wander Wildner) e pelo guitarrista Roberto H (Aqua-Play). O lançamento do EP chamado Eu e Meu Cabelo Pom-Pom, que conta com quatro canções, será na próxima terça-feira (13/3), às 22 horas, no Espaço Cultural 512 (Rua João Alfredo, 512, Cidade Baixa) em Porto Alegre. A entrada custa 15 reais. "O trabalho propõe-se ao indie rock gaúcho e também gauchesco, vai do erudito ao rock, bebe no pop latino de Soda Stereo, se alimenta no lisérgico Júpiter Maçã e beberica na ramilonga urbana", aponta o músico, que só utiliza instrumentos Rickenbacker nesse novo projeto.

"Sou violonista clássico com mais de 20 anos de carreira internacional e acadêmica, leciono na UFRGS. Ao longo de todo o tempo tive trabalhos paralelos, alguns flertes e hobbies com rock. Mais notoriamente as bandas Aqua-Play que toquei no fim dos anos 90 e a banda Regra Zero que produzi nos anos 2000. Mas este é o trabalho mais sério enquanto dedicação e aposta, porém nada sério", disse Paulo Inda ao Bah!rulho. "Trabalho autoral com composições minhas expressando tudo que mais me interessa no rock: boas melodias, levadas e letras de rock gaúcho, pitadas de psicodelia, solos de hard rock e harmonias vocais. Para isso reuni um time de lendas do nosso rock", comentou, sobre os músicos que o acompanham. Se liga aí:


Correio de Gravataí

BAH!rulho

por André Heck
andre.heck@gruposinos.com.br

Rock, pop, alternativo, hip hop... enfim, música. Essa é a proposta do Bah!rulho, editado pelo jornalista André Heck. Um apanhado geral do que rola nos palcos e discos mundo afora, com informação e opinião, tudo em volume muito alto.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE